sexta-feira, 18 de setembro de 2009

VISTA LÁ DO ALTO

Aquela mancha verde no meio do mar de edifícios é o Parque da Redenção, ou Parque Farroupilha, o Ibirapuera de Porto Alegre, visto do 10º andar de um edifício da avenida Independência.

O local foi doado à cidade em 24 de outubro de 1807 pelo governador Paulo José da Silva Gama "para os utilíssimos e necessários fins de conservação de gados que matam nos açougues desta vila". Uma cláusula do contrato estabelecia que a área não poderia ser alienada sem expressa autorização de Sua Alteza Real, Dom João VI. Essa cláusula foi que salvou o atual Parque Farroupilha.

O campo se localizava próxima ao portão de entrada da cidade (à direita, na foto, onde hoje existe a Praça do Portão). Abrigava os carreteiros que comercializavam o gado da região. Era chamada de Campos da Várzea do Portão e, depois, Campo do Bom Fim face a proximidade da Igreja do Nosso Senhor do Bom Fim e das festas que ali se realizavam.

Em 1826 foi Dom Pedro I que impediu o loteamento e venda do da área, com o argumentode que se tratava de local para exercícios militares.

Algum tempo depois a área serviu de cenário ao movimento pela libertação do escravos, sendo denominada de Campo da Redenção. Em 7 de setembro de 1884 a Câmara propõe a denominação de Campos da Redenção em homenagem a libertação dos escravos do terceiro distrito da Capital, registrando vitória da luta abolucionista que resultou na redenção de centenas de escravos um ano antes da libertação dos sexagenários e quatro antes da libertação geral do país.

Esse nome permanece na memória dos Porto-alegrenses até hoje. O primeiro ajardinamento ocorreu por ocasião da Grande Exposição de 1901, no vértice próximo a atual Praça Argentina. Nesta época ja existiam na área do Parque a Escola Militar (1872) e a Escola de Engenharia (1896). A valorização do espaço proporcionou a instalação de equipamentos, tais como corrida de cavalos em círculo, circo para touradas e o velódromo da União Velocipédica.

No início da década de 1930, na administração do Prefeito Alberto Bins, foi contratado o arquiteto e urbanista Alfredo Agache para elaborar o anteprojeto de ajardinamento do Campo da Redenção. No dia 19 de setembro de 1935 o Campo da Redenção recebeu a denominação de Parque Farroupilha. São 37 hectares de gramados, árvores e um lago.

Informações do site

http://www.aredencao.com.br/.

4 comentários:

ANANDA disse...

Que legal 'ouvir' esta história. Obrigada.

um beijo,

A

Clovis Heberle disse...

Que legal que você gostou, Ananda!

Um beijo

marlon disse...

Delicias de histórias. Beleza de blogue. abraços,
marlon aseff

Clovis Heberle disse...

Valeu, Marlon!

Abraços!

Clovis