domingo, 20 de janeiro de 2019

O PERIGO AMARELO

Ao inaugurar sua ferragem, no bairro Petrópolis, em Porto Alegre, Sérgio dizia aos seus clientes que ali não seriam vendidas "porcarias chinesas". Alguns meses depois ele teria que engolir as suas palavras. Lâmpadas, ferramentas, aparelhos eletrônicos, quase tudo era Made in China.
Realizou-se, no século 21, o que os teóricos norte-americanos da época da Guerra Fria tanto temiam, e que chamavam de "Perigo Amarelo". Só que os chineses não estão conquistando o mundo pela ideologia nem pela força das armas, e sim pelo poder econômico e, principalmente, pela tecnologia.
Assim como nos séculos 19 e 20 a grande maioria das invenções saía das pranchetas e laboratórios da Europa e dos Estados Unidos, neste quase tudo é criado na China. Nossas casas estão cheias de inventos chineses, das lâmpadas led aos split. Marcas como a Midea e a Huawei vão se incorporando ao nosso dia-a-dia, e até os carros, antes vistos com desconfiança, já são aceitos. Eletrodomésticos brasileiros tradicionais como Brastemp e Cônsul têm olhinhos puxados e falam mandarim, absorvidas pela gigantesca Whirpool.
A criatividade dos chineses é espantosa. Há poucos anos, só os ricos ou de classe média alta podiam ter piscinas. O custo da instalação e da manutenção era altíssimo. Agora não: um pacote que pode ser carregado debaixo do braço contém tudo que é necessário para realizar o sonho da família. Basta escolher o tamanho e levar para casa o kit completo, que inclui o filtro de água adequado. A preços módicos.
A borda de ar ,como um balão circular, sustenta a estrutura de plástico, sem a necessidade de suportes de metal ou madeira. Depois é só encher de água e aproveitar enquanto faz calor. No fim da temporada, a "piscina" pode ser esvaziada e guardada até o próximo verão.
Genialmente simples.
Coisa de chinês.


quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

CENA GAUDÉRIA








terça-feira, 8 de janeiro de 2019

MINHA PRAIA TEM PALMEIRAS



Plantadas em floreiras, em conjunto com bancos, as palmeiras adornam o calçadão da praia do Imbé/RS.


SANTOS REIS




      Seis de janeiro, dia dos Santos Reis
Os reis magos são personagens citados somente por Mateus (2,1-12). Visitam o menino Jesus, trazendo para eles presentes: ouro, incenso e mirra. O evangelista não diz quem são e nem o número, mas a tradição diz que eram três e deu a eles os nomes de Melquior, Baltasar e Gaspar. 
Os reis seriam irmãos: Melquior reinava sobre os persas; Baltasar era rei dos indianos e Gaspar dos árabes.

abiblia.org